fbpx Não consigo emagrecer: você tem dito isso? - Sidesc
Não consigo emagrecer. Muito provavelmente você já disse essa frase ou, então, já ouviu pessoas próximas que têm esse sentimento. Quando esse cenário está presente, alguma conduta não está correta. Existem vários hábitos de rotina que facilitam o ganho de peso e dificultam o emagrecimento.

 

Listamos neste artigo algumas possíveis razões. Aproveite para repensar suas práticas diárias.

 

1 – Falta de controle sobre o que está comendo

Manter-se focado durante as refeições é fundamental para quem está buscando emagrecer. Embora pareça básico, há pessoas que não têm consciência sobre o quanto e nem o que estão comendo.

 

Algo que pode ampliar esse senso de consciência é fotografar o que você está prestes a ingerir e, então, fazer um balanço das escolhas ao fim do dia. Também vale aplicar essas dicas:

 

– comer com zero distrações, estando sentado em uma mesa apenas com sua comida (televisão desligada, celular longe, pouca conversa);
– mastigar bem os alimentos, estando ciente das cores, cheiros, sabores e texturas;
– ao sentir que está satisfeito, parar de comer.

 

 

2 – Comer compulsivamente

A frase “não consigo emagrecer” também pode estar presente mesmo para aqueles que ingerem somente alimentos saudáveis. Sabe por que isso é possível? Pode existir uma compulsão alimentar, que é o ato de ingerir alimentos em quantidade muito além do que o corpo necessita. Mesmo que as escolhas sejam saudáveis (queijo branco, oleaginosas, chocolate amargo), as calorias existem e impactam no ganho de peso.

 

Existem alguns aplicativos que contribuem para o controle de ingestão de calorias, entre eles Tecnonutri e Contador de Calorias.

 

3 – Exercícios físicos insuficientes

Para a frase “não consigo emagrecer” ficar distante do dia a dia, é preciso também incorporar atividades físicas à rotina. Exercícios de musculação são fundamentais para tonificar o corpo e manter massa muscular durante o processo de emagrecimento. Exercícios cardiovasculares, também conhecidos como aeróbicos, que aumentam a frequência cardíaca, são grandes aliados na queima de gordura.

 

 

4 – Falta de boas noites de sono

O sono impacta diretamente na saúde física e mental, portanto, dormir bem tem relação direta com o peso. Inclusive, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica, uma das doenças associadas à obesidade é justamente o distúrbio do sono.

 

5 – Condição médica está dificultando o emagrecimento

Existem complicações de saúde capazes de impulsionar o ganho de peso e dificultar o emagrecimento. Entre elas estão: hipotireoidismo, síndrome do ovário policístico e distúrbio do sono. O impacto pode ser tanto pela doença em si quanto pela medicação ingerida.

 

Acompanhamento médico é fundamental

Como você pode perceber, existe uma série de razões que podem levar à frase “não consigo emagrecer”. A boa notícia é que com acompanhamento médico fica mais fácil trilhar um caminho positivo. Vale lembrar que cada pessoa possui características distintas, o que pode funcionar para você, pode não dar certo para outra. Por isso, é fundamental a avaliação particular de um profissional como nutricionista e endocrinologista.

 

Se você está disposto a dar um passo adiante e decisivo no processo de emagrecimento, confira a lista de profissionais que atendem pelo Sidesc e agende uma consulta.

Um comentário para “Não consigo emagrecer: você tem dito isso?

  1. Estou cursando faculdade de nutrição no centro universitario FSG na cidade de Caxias do Sul-RS, e estou pesquisando sobre o assunto relacionado com emagrecimento rapido, e o seu post me ajudou bastante ate então. parabens ai!!! Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *