Conheça os alimentos certos para reduzir celulite, estrias e gordura localizada - SIDESC - Saúde para todos

Conheça os alimentos certos para reduzir celulite, estrias e gordura localizada

sidesc-alimentos-certos-para-reduzir-celulite-estrias-e-gordura-localizada

Protetor solar, creme hidratante, loção creme pós-barba (ou depilação), secador de cabelo: a rotina de vaidade inclui muitos apetrechos. Mas, mesmo com a ajuda deles, difícil quem não esconda uma ou outra neura embaixo das roupas, como estrias, gordura localizada, celulite e flacidez. Se você faz parte desse grupo e quer se livrar das preocupações, é melhor começar a fazer mudanças na dieta – as correções na alimentação são o segredo para seus cremes fazerem efeito e luz acesa nenhuma causar insegurança.

1. Pele Firme

1-pele-firme

A flacidez nos braços, pernas e bumbum não incomoda só o toque, mas também a aparência. O problema tem fim com uma receita combinada de exercícios e alimentos que estimulam a produção e colágeno. O nutrólogo Roberto Navarro, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) explica que a ingestão de proteínas, como carne, leite e ovos, está na lista de cuidados que favorecem a rigidez da pele. Além das proteínas, a ingestão de frutas secas, chá verde, uvas e até chocolate amargo contribuem no combate a flacidez. “Eles são ricos em flavonoides, substâncias com poder antioxidante e anti-inflamatório, que combatem os radicais livres e ajudam na produção de colágeno”.

2. Manchas pelo Corpo

2-manchas-no-corpo

Para as peles que estão mais suscetíveis a manchas causadas pelo sol ou mesmo mais sensíveis a esse tipo de problema, a dieta rica em vitaminas E e C precisa ser regra. Segundo o dermatologista Mario Chaves, da clínica Derma Gávea, no Rio de Janeiro, a vitamina C tem poder antioxidante e oferece proteção solar, ajudando a clarear a pele. “A vitamina E oferece proteção contra os danos causados pelo sol e estabiliza as membranas celulares, protegendo-as contra as agressões externas”, afirma o especialista. Ele completa dizendo que a ação dessas vitaminas é ainda mais eficiente quando são consumidas em conjunto, pois a vitamina E tem a função de recobrar o poder antioxidante da vitamina C, que se oxida facilmente. Boas fontes de vitamina C são laranja, acerola, kiwi e limão. Já a vitamina E pode ser encontrada em óleos vegetais, gérmen de trigo e oleaginosas.

3. Músculos definidos

3-musculos-definidos

Para ter músculos fortes, é necessário praticar uma atividade física, principalmente musculação. No entanto, a alimentação adequada faz os resultados aparecerem mais rapidamente na academia. A nutricionista especializada em Nutrição Esportiva Maria Luiza Bellotto, de Campinas, conta que se você quer turbinar o treino, deve investir em alimentos como ovos, abacaxi e soja.

A especialista explica que os ovos possuem aminoácidos essenciais para formar o tecido muscular e também para mantê-lo funcionando bem, e o abacaxi é fonte de minerais envolvidos na contração muscular (potássio, magnésio e cálcio) e vitaminas que impedem a oxidação dos músculos (vitaminas A, B1 e C). “Já a soja atua na síntese e na reposição de proteínas perdidas durante a atividade física”, afirma.

4. Cintura sem gordura

4-cintura-sem-gordura
A cintura enxuta preocupa homens e mulheres – elas querem medidas finas, enquanto eles querem distância da barriga. O nutrólogo Roberto explica que a ingestão diária de duas colheres de sopa de azeite pode ajudar a diminuir o acúmulo de gordura abdominal. “As gorduras monoinsaturadas presentes do azeite evitam o acúmulo de gordura abdominal”, diz.

Além disso, o chá de hortelã, o chá verde e o chá mate também são ótimas pedidas quando o assunto é afinar a cintura. “Eles ajudam o organismo a digerir gorduras e têm efeito termogênico, contribuindo para o emagrecimento”, afirma o especialista.

5. Elimine a gordura localizada

5-elimine-a-gordura-localizada

Aquelas gordurinhas que sobram no abdômen denunciam que faltou cuidado com a dieta e os exercícios. “Na maioria das vezes, este acúmulo de gordura vem da ingestão de carboidratos simples, presentes em pães, massas, doces, refrigerantes, e bebidas alcoólicas”, afirma a nutróloga Tamara Mazaracki, da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Se você quer se livrar da gordura localizada, alimentos como peixes, frutas vermelhas e abacate podem ajudar. “Eles possuem substâncias que dissolvem a gordura localizada e aceleram a perda de medidas”, afirma.

6. Passando uma borracha na celulite

6-passando-uma-borracha-na-celulite

Apesar de mais comum nas mulheres, a celulite também atrapalha os homens e indica que mudanças urgentes na dieta precisam ser feitas. De acordo com a nutricionista Alice Carvalhais, do Instituto Mineiro de Endocrinologia, as inflamações causadoras da celulite normalmente são resultado da ingestão de gordura trans, gordura saturada, sal, alimentos industrializados, carboidratos refinados e açúcar. “Por outro lado, alguns nutrientes podem ajudar o organismo a combater essas inflamações e estimular a produção de substâncias capazes de eliminar as marcas”, diz a especialista. Aveia, lima da pérsia e maçã são alguns dos alimentos que, segundo a especialista, estimulam o sistema linfático e ajudam na reorganização das fibras de sustentação da pele, desintoxicando o organismo das inflamações e renovando a pele.

7. Sem estrias

6-passando-uma-borracha-na-celulite

As estrias são difíceis de tratar, porque são cicatrizes que se formam quando há um estiramento muito intenso das fibras da pele, que se rompe. “Existem tratamentos capazes de melhorar o aspecto das lesões, mas não as estrias em si”, afirma o dermatologista Mario. “O ideal é investir em hábitos saudáveis, fortalecendo a pele e prevenindo o surgimento de novas cicatrizes”. O efeito sanfona e o crescimento repentino são as principais causas das estrias, mas algumas pessoas têm a pele mais sensível ao problema e apresentam marcas mesmo sem ter passado por nenhuma das duas situações. Para aproveitar esse benefício, mantenha seu corpo sempre hidratado e consuma alimentos ricos em vitamina D e zinco. “A vitamina estimula a produção de colágeno, renovando a pele, e o zinco tem ação cicatrizante”, afirma o especialista.

Fonte: Minha Vida